Blog da TecnoSpeed

Novidades sobre NF-e, CT-e, NFS-e, NFC-e, MDF-e e muito mais.

V TecnoUpdate

 

Como imprimir Carta de Correção Eletrônica?

  • por Rodrigo Ramalho Seg - 27/08/2012, 10:27

    Após o Ajuste Sinief n° 07/2005, que instituiu a NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) e a CC-e (Carta de Correção Eletrônica), foi acrescentada a obrigatoriedade de uso da CC-e, desde 1º de julho, através do Ajuste Sinief 10/2011, Cláusula Segunda § 7º, como segue:

    “§ 7º A partir de 1º de julho de 2012 não poderá ser utilizada carta de correção em papel para sanar erros em campos específicos de NF-e”.

    A transmissão da CC-e é feita via Internet, por meio de protocolo de segurança ou criptografia, devendo ser enviada para a Sefaz de origem da NF-e, e mantido o XML em arquivo do emissor, além de ser enviada para o destinatário.

    Havendo mais de uma CC-e para a mesma NF-e, o emitente deverá consolidar na última todas as informações anteriormente retificadas.

    Por ser um documento eletrônico, a Carta de Correção eletrônica não precisa ser impressa,  não devendo seguir o mesmo raciocínio da NF-e, que tem a necessidade da impressão do Danfe prevista na legislação tributária e que serve para acompanhar o trânsito da mercadoria.

    Se fosse necessário imprimir a CC-e, a legislação teria criado um Documento Auxiliar da Carta de Correção eletrônico, como fez com o Danfe. Assim, não existe previsão legal de impressão da CC-e. A obrigação do emissor é registrar a Carta de Correção eletrônica na Sefaz e comunicar o destinatário, somente isto.

    Portanto, caso seu cliente exija a impressão da CC-e, não existe nenhuma disposição legal que estabeleça a necessidade de imprimir a CC-e em papel. O usuário pode enviar uma comunicação para destinatário informando as alterações registradas pela Carta de Correção eletrônica, caso entenda conveniente.

    Devemos observar, também, que não existe nenhum modelo oficial de Carta de Correção, desta forma o mais adequado é comunicar somente o registro da CC-e por e-mail, para que o destinatário consulte seu teor no Portal da Sefaz.

    TecnoSpeed TI

    "Mais software, menos esforço."

    27 comentaram e 1 curtiu

    Deixe seu comentário




    ou

    • Anonimo disse 2012-09-04 07:45:35

      Prezado Senhores, Mesmo não sendo obrigatorio a impressão da Carta de Correção Eletronica conforme descrito em vosso portal; \"Se fosse necessário imprimir a CC-e, a legislação teria criado um Documento Auxiliar da Carta de Correção eletrônico, como fez com o Danfe\" Existe a possibilidade de transformar o XML em PDF, conforme vosso aplicativo que transforma NFe em PDF??? Grato Andre Luis
    • augusto disse 2012-09-10 13:27:20

      Prezado André, A possibilidade de transformar o XML em PDF já está sendo providenciada pelo nosso Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento. Assim que estiver disponível, faremos a divulgação. Enquanto isto, você pode acompanhar nosso blog e nosso forum (www.tecnospeed.com.br/forum) para saber maiores detalhes. Obrigado pelo contato.
    • Anonimo disse 2013-01-21 15:34:08

      Boa Tarde, como faremos para envio via transportadoras, pois exigem a nota correta?Agredeço desde já
    • Rogério Geraldino disse 2013-01-22 16:52:44

      Boa tarde Danilo, Nossos produtos permitem a impressão da CC-e, entretanto vale ressaltar que não há validade neste documento, o mesmo é utilizado apenas para fins de consulta, ou seja, o documento com validade jurídica é o xml da CC-e. Sugerimos contactar a equipe de desenvolvimento em si para utilização do referido recurso. Obrigado pelo contato.
    • Anonimo disse 2013-02-14 15:01:35

      [...] A: A CC-e, como dito, não apresenta necessidade de impressão garantida pela Legislação. É um documento a ser utilizado para sanar erros em campos específicos da NF-e, sem necessidade de acompanhamento no DANFE. Não seria uma questão de boas práticas, mas a ciência de quais campos possibilitam estas alterações e a consciência de que havendo mais de uma CC-e para a mesma NF-e, o emitente deverá consolidar na última todas as informações anteriormente retificadas, conforme um post que publicamos a certo tempo atrás. [...]
    • Anonimo disse 2013-02-16 10:01:25

      Muito boa essa discursão, o assunto é realmente muito questionado. Estou satisfeito com os esclarecimentos. Mais uma vez, parabéns pelo Post.
    • Anonimo disse 2013-03-26 14:42:51

      No caso do nosso Software, quando algum cliente tem dúvida sobre o assunto, instruímos o mesmo ao reenvio do XML original, do XML da Correção eletrônica e da Danfe impressa no qual sai a informação da correção no campo de observações.
    • Anonimo disse 2013-04-26 16:35:32

      eu elaborei a correção da NFe mas o meu programa não da o opção de impressão como vou enviar ao meu cliente ou a transportadora esta correção?
    • Rogério Geraldino disse 2013-04-26 17:24:40

      Olá Maria, Na realidade não há, como citado no post, um modelo fixo ou necessidade de impressão da carta de correção eletrônica para envio ao cliente ou transportadora, já que este ato se baseia em eventos realizados no webservice da SEFAZ. Em todo caso, como não há uma ação de impressão de um modelo com dados alterados dentro de uma formalidade em seu sistema, recomendamos que entre em contato com o desenvolvedor de seu ERP para tratar tal assunto. Ressaltamos, como no inicio, não há uma necessidade por legislação e, de certo ponto de vista, processos rotineiros, da impressão da mesma. Para efeito de formalidades, recomendamos o envio de um comunicado a transportadora ou cliente destino apresentando o que foi alterado na NF-e. Com a chave da nota fiscal eletrônica, no portal do contribuinte, o destinatário da nota pode consultar as alterações.
    • Anonimo disse 2013-06-03 13:13:42

      A solução rápida é enviar um Print da tela por e-mail Entrar em detalhes da Nota na parte Histórico de eventos, clicar na Lupa e quando abrir a Carta de correção apertar a tecla PrintScren (PrtScn) , depois abrir o programa Paint e colar (Ctrl V), salvar e enviar por e-mail.
    • Anonimo disse 2013-06-04 16:39:10

      Preciso fazer uma carta de correção para uma nota fiscal que não e eltronica, como devo proceder?
    • augusto disse 2013-06-06 08:12:17

      Prezada Juliana Desde o dia 01/07/2012 não é mais permitido emitir Carta de Correção manual para NF-e, porém, como no seu caso trata-se de Nota Fiscal Não Eletrônica, você deverá contatar a SEFAZ do seu Estado, pois cada UF tem adotado procedimentos diferenciados para correção de Documentação Fiscal não eletrônica. Obrigado pelo contato.
    • Anonimo disse 2013-06-13 19:40:02

      boa noite gerei uma carta de correção pelo emissor gratuito só que não consigo converter xml para pdf já envei o arquivo para meu cliente só que eles estão me cobrado a cc-e em forma de pdf para impressão o que posso fazer
    • Anonimo disse 2013-07-01 17:19:52

      Ola, preciso emitir uma carta de correção, pois o cnpj do cliente estava errado, como devo fazer, pois emito a nota direto do meu sistema, e nao sei mecher no sefaz, me ajudeem
    • Rogério Geraldino disse 2013-07-03 14:36:26

      Olá Nayara, Com base na Legislação a Carta de Correção Eletrônica – CC-e , NÂO PODE ser utilizada para corrigir os seguintes dados da NF-e: I - as variáveis que determinam o valor do imposto tais como: base de cálculo, alíquota, diferença de preço, quantidade, valor da operação ou da prestação; II - a correção de dados cadastrais que implique mudança do remetente ou do destinatário; III -a data de emissão ou de saída. Isso está determinado pelo artigo 7º, parágrafo 1-A, do Ajuste Sinief s/n de 1970. A mesma determinação também está na página 9 da Nota Técnica 2011.003 (que criou a CC-e), que pode ser consultada no Portal Nacional da NF-e, menu \"Documentos/Notas Técnicas\". Obrigada pelo contato.
    • Rogério Geraldino disse 2013-07-03 14:37:59

      Olá Lisete, Com o emissor gratuito você não conseguirá realizar esta operação, porém com o componente da Tecnospeed esta conversão já é admitida. Obrigada pelo contato.
    • Anonimo disse 2013-07-05 10:21:37

      para imprimir a carta de correção basta: *download e instalação do programa danfeview *gerar os arquivos xml do emissor gratuito de SP *o arquivo xml com final \"...-procEventoNfe\" é a carta de correção. Abra-o com Danfeview. Pode aparecer mensagem de erro, se der certo a carta ira aparecer, caso queira em PDF, selecione a impressora e procure impressora cutepdf ou outro a seu critério. Good luck!!
    • Anonimo disse 2013-07-15 15:34:20

      Olá, boa tarde. Emiti uma NF-e de devolução integral de material, porém não destaquei o ICMS, pois na NF-e original não havia descrição de retenção, sendo esta um espelho de um Cupom Fiscal. Fui informado que devo fazer uma CC-e para identificar o imposto na nota. Como devo descrever de maneira que a NF se torne devida? A alíquota é de 17% e o valor equivalente é R$ 68,93. Obrigado.
    • augusto disse 2013-07-16 10:52:16

      Prezado Leandro, Primeiramente deverá ser confirmado na Legislação do ICMS do seu Estado, se a Carta de Correção Eletrônica é de fato o instrumento legal para este tipo de erro, ou se caberia à emissão de uma NF-e complementar com o destaque do imposto, o que me parece ser mais razoável. Obrigado pelo contato.
    • Anonimo disse 2013-07-22 12:49:03

      preciso emitir uma carta de correção que faça um complemento a três produtos que consta em nota fiscal.Porem excede o numero de caracteres disponivel.O q devo fazer?.Posso emitir uma carta para cada produto?
    • Rogério Geraldino disse 2013-07-26 11:53:39

      Prezada Luciana Primeiramente deverá ser analisado se o item a ser complementado na NF-e está previsto na Legislação Fiscal, pois na maioria dos casos o mais provável é que deva ser emitida uma NF-e complementar, e não carta de correção. Obrigado pelo contato. Augusto dos Santos
    • Anonimo disse 2013-08-09 11:17:59

      Estou com várias NFS com o CFOP errado, daí pedir para o fornecedor fazer a carta de correção e o mesmo nos informou que está proibido a emissão da mesma. Porém não nos sabe informar qual a lei. Esta informação é verdade? Girlene
    • Rogério Geraldino disse 2013-08-14 12:24:06

      Prezada Girlene, A Carta de Correção Eletrônica (CC-e) passou a ser obrigatória a partir de 01/07/2012, para a correção de erros constantes das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), modelo 55, cuja obrigatoriedade está prevista no § 7º da cláusula decima quarta – A do Ajuste SINIEF nº 7/2005, tendo regras claras definidas pelo Ajuste SINIEF nº 01/2007, sendo que estas regras continuam sendo válidas, e indicam o que pode e não pode ser corrigido através de Carta de Correção. Quanto à impressão da CC-e não há obrigatoriedade prevista na Legislação Fiscal, por estar arquivada eletronicamente junto à NF-e, podendo ser consultada a qualquer momento pelo emitente ou destinatário da NF-e. Obrigado pelo contato. Augusto Santos
    • Anonimo disse 2013-08-29 09:28:20

      Bom dia, emitir uma carta de correção e não sei como faço pra visualizar, como faço pra proceder a visualização em PDF. Grato Tiago
    • Rogério Geraldino disse 2013-09-04 14:36:46

      Caro Tiago, Através do código-chave da NF-e, no site da SEFAZ, o contribuinte consegue visualizar a própria NF-e e saber se houve a emissão de carta de correção eletrônica( se a mesma consta na NF-e emitida). Caso positivo, também há a possibilidade de visualizar a carta de correção. Obrigado pelo contato.
    • Anonimo disse 2013-09-18 19:07:45

      MUITO OBRIGADA, ME AJUDOU MUITO, BOA NOITE SILVIA - BH MG
    • Anonimo disse 2013-11-23 15:46:18

      Boa tarde. Uso o sistema da Sefaz para tirar NFE e fiz uma NFe com a quantidade de volumes incorreta, fiz a carta de correção pelo próprio sistema mas não consigo imprimir. A transportadora se nega a levar a mercadoria com a quantidade na nota diferente da quantidade real. Algumas vezes chega mercadoria pra mim com uma carta de correção anexada, onde consigo?