O Sebrae Paraná sediou a primeira reunião do Conselho Superior da Assespro-Paraná. Formado por ex-presidentes da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação no estado, o grupo vai contribuir com a atual diretoria em questões estratégicas e tomada de decisões.

 O coordenador Sérgio Yamada afirma que a iniciativa tem valor inestimável para a entidade pela visão temporal e pelo histórico de ações de cada ex-presidente. "São empresários de sucesso  que têm visão muito apurada e alto nível de maturidade para tratar de cada temática importante para o setor de TI", completa.

 

 O atual presidente Sandro Molés da Silva acredita que a experiência de tantos líderes vai ajudar a Assespro-Paraná a avançar no relacionamento com outras entidades pelo poder de networking dos participantes. "Estamos valorizando o trabalho realizado em cada mandato. Isso vai gerar bons frutos para a consolidação do desenvolvimento do estado com base na tecnologia", destaca. 

 

Luís Mário Luchetta, atual presidente nacional da Assespro, salienta que a criação do Conselho Superior é uma marca de pioneirismo. "Não existe inciativa similar no Brasil. O conselho vai gerar um grande exemplo de melhores práticas para outras entidades". Luís Mário completa afirmando que , "assim como é importante a alternância de poder na entidade, também é muito valiosa a oportunidade de contar com a capacidade de ex-dirigentes na discussão de estratégias para o engrandecimento da Assespro".

 

Também participaram da primeira reunião os ex-presidentes Kelso Krieger, Eduardo Bengtsson Filla, Paulo Sérgio Cougo, Mauro Sorgenfrei, Delfim Corrêa e os atuais vice-presidentes Mauro de Lara, Adriano Krzyuy e Leonardo Matt.