Na última quarta-feira, 07 de dezembro, dois eventos movimentaram o setor de Tecnologia da Informação do Estado. Às nove horas, no Auditório Legislativo do Estado do Paraná, houve o lançamento da Frente Parlamentar de Tecnologia da Informação e Comunicação – Bancada Digital. E, às duas horas foi realizada a eleição da diretoria da Assespro-PR.

O empresário maringaense Sandro Molés da Silva, deixou a presidência da associação das empresas de software do Paraná. Em seu lugar,  assumiu o candidato único à sucessão, Adriano Krzyuy. O Arranjo Produtivo de Maringá está representado na chapa pelo empresário Marcese Maschietto, de Campo Mourão, que terá o cargo de vice-presidente de Sustentabilidade.

Sandro Molés continuará na Assespro Paraná, pois automaticamente assume a presidência conselho superior formado por todos os ex-presidentes. Ele continuará como membro do Conselho de Ética da entidade. Molés também foi eleito recentemente vice-presidente de Marketing, Eventos e Negócios da Assespro Nacional.

Bancada Digital

A criação da Bancada Digital é o último projeto de Sandro Molés à frente da Assespro Paraná. A associação trabalhou pela criação da bancada juntamente com a Governança de TI do Paraná. A proposição foi feita pelo deputado Guto Silva, que é maringaense, mas tem domicílio eleitoral em Pato Branco.

Guto Silva é deputado estadual, empresário na área de comércio exterior e consultor internacional de empresas.
O parlamentar conhece bem o setor de TI, pois em 2011 foi coordenador do CDTIS (Centro de Desenvolvimento tecnológico do Sudoeste).

A Frente Parlamentar de TI fecha um ciclo de conquistas da Assespro em torno da conscientização dos gestores públicos sobre a importância do setor. Conquista que começou com a criação do Comitê Gestor da Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (Governança TIC).

O comitê é formado pelo Governo do Estado, universidades, empresas e entidades de diversas áreas, com o objetivo de estimular ações que promovam o desenvolvimento integrado de diferentes setores da economia paranaense, através do potencial da tecnologia, informação e comunicação.

 “Assim como o Paraná é destaque no Brasil no agronegócio, temos potencial em número de Arranjos Produtivos Locais (APLs), certificação em qualidade de software e em número de empresas no setor, para também sermos referência em tecnologia”, afirma Sandro Molés.

O grande objetivo da Bancada é a discussão de temas sensíveis ao setor e de que formas podem ser criadas leis que alavanquem a TIC no estado e por consequência no país.

Os deputados que compõe a Bancada:
 

1- Guto Silva
2- André Bueno
3- Ademar Traiano
4- Tião Medeiros
5- Cantora Mara Lima
6- Elio Rusch
7- Paulo Litro
8- Evandro Araújo
9- Bernardo Ribas Carli
10- Requião Filho
11- Claudio Palozi
12- Paranhos
13- Tercílio Turini
14- Plauto Miró
15- Chico Brasileiro
16- Márcio Pauliki
17- Reichembach
18- Schiavinato
19- Hussein Backri
20- Jonas Guimarães
21- Márcio Pacheco

Assessoria de Imprensa - Dirceu Herrero.