Nesta  sexta-feira o encontro é na TecnoSpeed

A Software by Maringá (SbM) convida as empresas de TI a participar, hoje, 09/outubro, às 16:30 horas, de visita de benchmarking na TecnoSpeed. A expectativa é de ter um encontro tão produtivo como foi a reunião realizada na última sexta-feira na Elotech, 29º lugar no ranking GPTW. Para quem não foi, segue um resumo do depoimento do empresário Marco Aurélio Castaldo:
 

“Na nossa reunião com os empresários e alguns profissionais da SbM, procuramos apresentar os benefícios de se submeter à pesquisa de clima, desmistificar o tema, mostrar que cada um pode fazer com que sua equipe seja mais unida, mais comprometida e dê melhores resultados para todos. E que isso pode ser feito conforme a capacidade financeira de cada um.
 

Em primeiro lugar, uma equipe pode estar satisfeita em um ambiente de trabalho, mas isso não significa que estará engajada e dando o melhor de si, que é o que fará a diferença entre uma empresa que sobreviverá ou não, entre aquela que realmente deixará um legado, fará história e a que ficará parada no tempo.
 

Antes de tudo, o empresário deve conhecer bem o mercado de trabalho, saber como buscar o profissional de TI. Este, por sua vez, está antenado com as melhores ferramentas de busca de oportunidades de carreira e aberto a oportunidades de trabalho, independente de onde esta estiver. Nossa empresa já contratou, por exemplo, um profissional de Bonito (MS) que, depois, foi para o Rio de Janeiro e hoje está na Nova Zelândia!
 

Além disso, é preciso ter a consciência de que o bom profissional é escasso e a as vagas abertas excedem a capacidade de formação de mão de obra, o que impõe diversos desafios para atrair e reter os melhores.
 

Após estas duas etapas, vem mais um desafio: você pode ter excelentes profissionais, mas como mantê-los sempre motivados e com alta perfomance em termos de produtividade? Certamente, todos os empresários já tiveram excelentes profissionais que, ou não produzem tudo o que podem, ou produzem menos que produziram um dia. O que aconteceu com eles? Ou, o que houve na relação da empresa com eles? É preciso entender isso. É nosso "enigma da Esfinge": decrifra-me ou te devoro!
 

Primeiro, devemos superar o antigo paradigma patrão-empregado, chefe-subordinado, "eu mando, você obedece". O conceito de equipe deve prevalecer, e aí muda tudo. Em busca de objetivos comuns, os líderes devem definir com os membros da equipe quais funções desempenharão, responsabilidades, habilidades e, obviamente, o prêmio devido.
 

O conceito de equipe também pressupõe substituir o "eu” e o “você" pelo "nós". Também é fundamental aferir os resultados.
 

Essa é a base. Todas as ações seguintes deverão vir em reforço a esse novo paradigma. Quem não conseguir superar o paradigma anterior, está fora. Game over.
 

GPTW
 

O grande benefício de submeter-se à pesquisa de clima do GPTW é que o empresário terá acesso gratuito a um serviço de primeira classe mundial. E ainda um comparativo com outras empresas de sua área. Um serviço destes, feito por uma consultoria sem grande expressividade, teria um preço alto, com menos profundidade e credibilidade.
 

Participando do GPTW, o pequeno empresário poderá confrontar-se com o que fazem as empresas mais rentáveis e produtivas do Brasil em sua área de atuação. E, ao identificar pontos fracos e fortes, poderá escolher o que está ao seu alcance para ir melhorando aos poucos.
 

De tudo o que vai aparecer nos resultados do GPTW, o feedback é o mais importante. Dar feedback não é falar do profissional, do que ele faz de certo ou errado. Se fizer isso, vai perdê-lo no outro dia. É preciso algum preparo, pouquíssimo, na verdade. Quanto mais fizer, melhor fica se o feedback for bem feito. Ao final, você terá outra pessoa na sua equipe, devidamente orientada e motivada para brigar por resultados! 
 

O feedback é de graça, você pode fazer e é o cerne do conceito de equipe.
 

Pegando o exemplo do futebol, como é que você manda os jogadores a campo se eles não sabem qual resultado a equipe busca, em que posição cada um vai jogar e qual função deverão desempenhar em campo? Qual possibilidade de uma equipe assim chegar à ponta de cima da tabela ao final do campeonato?
 

O mesmo ocorre com a empresa, afinal somos uma equipe!
 

Além disso, há várias outras práticas que as empresas podem adotar. Cada uma deve encontrar o que é melhor para sua equipe ouvindo a opinião dos funcionários. Isso é fundamental, não existe receita pronta, pois as pessoas são diferentes. Isso deve ser conversado, entendido, considerado e praticado. 
 

Ouça, sinta, pratique.
 

Como é que ficamos à frente de empresas como GVT, Oracle e Locaweb? Isso prova que não é dinheiro o diferencial, mas o relacionamento entre as pessoas, a disposição para sentir sua equipe e se relacionar com ela.
 

Outra prática que considero fundamental é esta que a SbM está nos proporcionando: o diálogo constante para troca de experiência. Muitas vezes, ouvimos uma ação que outra empresa pratica, modificamos de acordo com nossa realidade e temos melhores resultados. Vamos compartilhar isso!
 

TecnoSpeed
 

Finalizando, queremos agradecer e parabenizar a SbM pela iniciativa. De nossa parte, nos preparamos para atender as expectativas. Esperamos ter conseguido passar algo de bom para nossos colegas. Para nós, foi uma experiência positiva, gratificante e até emocionante.
 

A próxima reunião será a TecnoSpeed, empresa paranaense mais bem colocada no ranking GPTW. O Eric e o Rodrigo são empresários abertos, inteligentes. Creio que sairemos desse encontro com novas informações, instigados a fazer melhor, a pensar diferente. E, principalmente, reforçar a união de quem realmente quer se unir para que todos possamos crescer juntos.

 
 
Atenciosamente,
Assessoria de Imprensa
Dirceu Herrero Gomes - Jornalista  99212999
RG COMUNICAÇÃO -  44 30254983 - 30283122