Marketing Digital
​Clemilson Correia emociona e ensina

Durante o Encontro Mensal do setor, realizado pela Software by Maringá na última sexta-feira na sede da ACIM, o associado Clemilson Correia emocionou o público ao narrar a história de como se tornou empresário. O tema da palestra foi Marketing Digital. A reunião foi conduzida pelo vice-presidente da SbM, Rodrigo Palhano.

 

 

Clemilson Correia possui mais de 20 anos de experiência nas áreas de Marketing, Gestão de Pessoas e Finanças Corporativas. É profundo conhecedor do Mercado de TI, um dos maiores propagadores do uso do software como redutor de custos e alavanca para aumento de produtividade no setor PME brasileiro, de pequenas e médias empresas.

É fundador do Blog “Original é Melhor”; do e-commerce “Compre Software”; e da “Buysoft” um dos maiores  VAR (Value Added Reseller) do Brasil, que tem foco em segurança, licenciamento e serviços relacionados à Software e Computação na Nuvem.
Ele também faz parte do Cloud PAC – Conselho de Consultores de Parceiros da Microsoft, formado por 20 conselheiros no mundo, sendo no último ano o único representante da América Latina. 

 


Início Difícil

Clemilson contou como, após ficar desempregado em 2010, foi obrigado a empreender, mesmo sem dinheiro. Buscou capital de giro em bancos e só conseguiu um cheque especial com limite de três mil reais. Um dia, fazendo compras com os últimos cem reais que dispunha e preocupado com o futuro, ele pensava em como encontrar uma solução para sustentar a família e continuar o negócio que estava começando.

“Quando eu estava passando pelo caixa rápido, Deus falou comigo por meio de uma revista que estava em uma gôndola. A manchete dizia algo mais ou menos como “a sua solução é refinanciar o seu veículo! Foi a saída. Passei em uma concessionária e troquei meu carro por um modelo velho e levantei capital para mais quatro meses”, conta.

Segundo Clemilson, a Buysoft começou em um pequeno cômodo de sua casa. Ele mesmo produziu o próprio site, investia exclusivamente em marketing digital e realizava as vendas. Fase difícil, de muito aprendizado.

A empresa foi crescendo aos poucos, vendendo para várias partes do país. Para vencer a resistência dos paulistanos, que se recusavam a comprar de uma pequena empresa do interior do Paraná, Clemilson abriu um escritório virtual em São Paulo. Resultado, hoje a capital paulista está em primeiro lugar em vendas da Buysoft.

Desde o início, Clemilson Correia optou por inserir sua BuySoft no lucro real. “Tudo é feito dentro da legislação e, com isso, eu sei exatamente qual a rentabilidade do negócio”, justifica. Ele diz também que, para gerir melhor a empresa, estudou contabilidade (“a área contábil é um ponto crítico de qualquer empreendimento”).

Estudar e trabalhar são obsessões do empresário que aperfeiçoou o inglês para se relacionar com os parceiros comerciais e estudou muito sobre marketing digital para cometer menos erros e tirar o melhor proveito. Ele aconselha que os próprios empresários estejam à frente das ações de marketing, tomando decisões.

Hoje, a Buysoft investe 3.65% do faturamento em marketing digital e utili​za meios convencionais de publicidade somente em Maringá. “A cidade não figurava entre nossos 50 maiores mercados até há alguns anos. Quando comecei a anunciar na CBN é que a empresa passou a ficar mais conhecida no mercado local que hoje representa nosso terceiro maior faturamento”.

Clemilson diz que vê muitos empresários jogando dinheiro fora ao não utilizar corretamente o marketing digital. “É preciso divulgar conteúdos relevantes. No Facebook, o usuário está interessado em lazer, então o texto tem que ser leve, humorado. No Linkedin tem que ter dados, análises”, explica.

Em relação ao uso do Google, Clemilson alerta que não adianta criar conteúdo na base do copiar e colar. “O Google é inteligente e detecta quando o texto é original para colocá-lo em destaque nas buscas”, justifica.

O empresário afirma que nunca comprou base de cadastro de potenciais clientes. “Comecei do zero e criei meu próprio banco de dados. Só envio e-mails para quem gosta de mim. Por isto, a taxa de abertura das mensagens chega até 25%”, revela.

Segundo Clemilson, outra característica da sua empresa é medir os resultados de cada ação e o foco é sempre a venda. “Nossos vendedores não fazem nada mais além de vender. Eles podem até chegar atrasados, mas têm que cumprir a metas trimestrais. Quem não cumpre, está fora do processo. Nós não comissionamos por venda, mas pela rentabilidade do negócio. Tudo é feito com absoluta transparência”, ressalta.

Texto por: Dirceu Herrero





Confraternização

Ao final do Encontro tivemos um momento para Happy Hour e Networking, onde contamos com um delicioso festival de porçõese  Petíscos de Buteco, preparado por nossa Cheff, Rose Honório.



    Maringá , qualidade de vida , excelência em Software