O prefeito Roberto Pupin entregou nesta quarta-feira, 30 de abril, os certificados para as nove empresas que conquistaram o direito de usufruir dos benefícios da Lei Municipal 1455/2013 (ISS Tecnológico). A lei instituiu benefícios fiscais para prestadores de serviços que realizarem investimentos em pesquisa e desenvolvimento tecnológico em Maringá.


Entre as empresas beneficiadas, oito são associadas à Software by Maringá: Delta, ID Brasil, Sistemar, Produtec, Syma, Strada, Sub100 e DB1. A nona empresa que receberá os benefícios é a Sol Propaganda. O presidente da SbM, Edney Mossambani agradeceu a parceria da prefeitura e disse que a lei é extremamente importante para que o setor possa se consolidar como polo no Brasil.

Mossambani ressaltou a união dos empresários, que participam de entidades importantes como o SindTi, APL de Software e Startup Maringá. Ele destacou o apoio recebido do Sebrae, Acim, Codem, Centro de Inovação, Sicoob, Câmara Municipal e das instituições de ensino superior, entre outras entidades e empresas. O presidente agradeceu o apoio da prefeitura ao evento TICNOVA, que acontece no segundo semestre.

O prefeito Roberto Pupin frisou que a implantação do ISS Tecnológico é uma conquista do setor e que beneficia toda Maringá. “Esta lei só existe porque os empresários de TI são pessoas determinadas”, comentou. O prefeito disse que neste primeiro edital, as empresas poderão utilizar cerca de R$ 200 mil reais. “Ainda temos cerca de R$ 1.8 milhão que poderão ser acessados no segundo edital”.

O secretário de desenvolvimento econômico, Valter Viana, afirmou que a lei está dentro da filosofia da prefeitura que é a busca constante do desenvolvimento e da geração de empregos e renda. O diretor da Acim e da Sol Propaganda, Valter Thomé, elogiou a lei que “é uma ferramenta moderna, típica de cidades inovadoras”. O presidente do Sicoob Paraná, Jefferson Nogaroli enalteceu a parceria entre empresários e o setor público, “o que só traz benefícios para a cidade”.

Demanda

O “ISS Tecnológico” atende uma demanda da comunidade maringaense representada pela SbM e contou com apoio de várias entidades como o Centro de Inovação de Maringá, a ACIM, o Codem, o Sebrae, SinTi e a Assespro-PR. O documento foi elaborado pela prefeitura, com participação da Secretaria da Fazenda e da Procuradoria de Desenvolvimento Econômico, e foi enviado para a Câmara Municipal no final de 2013, tendo contado com apoio do presidente Ulisses Maia e demais vereadores para sua aprovação. 

A lei beneficia os prestadores de serviços (inclusive as empresas de TI) que recolhem ISS à prefeitura municipal. O ISS Tecnológico permite o investimento em tecnologia e inovação de até 40% do valor recolhido pelas empresas nos últimos 12 meses, sendo que a implementação de Software é o grande fato motivador da iniciativa.

Um estudo das melhores práticas de cidades inovadoras pelo Brasil demonstrou eficiência e bons resultados na aplicação dos recursos onde a legislação existe. Em Curitiba, por exemplo, a lei já existe há algum tempo e as empresas que utilizaram os benefícios cresceram em média 300% a mais do que as demais no setor.

Certificados

Os empresários e representantes das empresas de TI que estiveram presente para receber os certificados foram: Anderson Bortolossi (Delta), Ademir Faria (ID Brasil), Anderson Cezar Stefani (Sistemar), Artur Calefe (Produtec), Airton Orlandini (Syma), Mario Cezar (Strada), Melissa Müller (Sub100) e Cassio Augusto Serea (DB1). Também estiveram presentes, pelo Sebrae, os consultores Marcos Aurélio Gonçalves e Érica Sanches; Ilson Rezende pelo SindTI; Sandro Molés pela Assespro-PR; Marcia Santini (Codem); Ricardo Teixeira (vice-presidente de Produtos e Tecnologia da Acim), diversos secretários e diretores municipais, diretores da SbM, entre outras autoridades.

Assessoria de Imprensa SbM – Dirceu David HERRERO