O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) anunciou as startups aprovadas para o ciclo de aceleração 2016 do InovAtiva Brasil. Maringá teve cinco startups  selecionadas, entre 24 do Paraná, sendo duas delas de empresários de TI. O InovAtiva é um programa gratuito de aceleração em larga escala para negócios inovadores de  qualquer setor e lugar do Brasil, MDIC e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI).

As startups maringaenses na área de TI foram a Treeunfe, de Adriano Santos (Empari) e a Vision Métrics Componentes Eletrônicos, de Ademir Faria (ID Brasil) e Alekssandro Montanha (Seebot). As demais empresas foram a Evowork (área de serviços), Software NutriOnline (saúde), e Limitador automático de velocidade (automotivo).

Para a escolha dos finalistas foram avaliados os critérios: grau de inovação, potencial de mercado, validação da solução e equipe da startup. Na segunda etapa, os empreendedores selecionados terão acesso a dois cursos de capacitação e sessões de mentoria individuais, quando empreendedores, executivos e investidores experientes ajudam na solução de problemas reais dos negócios.

Os empreendedores também participarão de um bootcamp, um encontro para treinamento intensivo e networking, no qual os participantes receberão diferentes análises sobre seus negócios, participarão de atividades de capacitação em grupo e terão a oportunidade de fazer contato com outras startups e mentores.

O InovAtiva Brasil é executado pela Fundação CERTI e tem como parceiros a Endeavor Brasil e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).