Após a notícia do novo ranking do Porto de Santos, sendo destaque na América Latina (confira aqui) , agora é a vez do Porto de Fortaleza apresentar os seus resultados.

A movimentação de contêineres pelo Porto atingiu o número de 70.265 TEUs entre janeiro e setembro de 2014, crescendo 14,12% se comparado ao mesmo período do ano anterior. Do total, 41.984 são derivados de cabotagem e 28.281 entre o Brasil e outros países. 

“Na cabotagem, destaca-se a importação de arroz vindo dos portos de Rio Grande e São Francisco do Sul, bem como a exportação de sal. Já no longo curso, destaca-se a exportação de frutas (melão, melancia e banana) para a Europa e a importação de malte vindo da França e da Bélgica”, comenta Oswaldo Fontenele, coordenador de Gestão Portuária da Companhia Docas do Ceará (CDC).

No total geral, a movimentação de cargas no Porto de Fortaleza cresceu 1,22% no acumulado de janeiro a setembro, totalizando 3.704.281,89 toneladas (3.488.709 no sentido importação e 215.572 toneladas no sentido exportação). Os maiores índices são encontrados na movimentação de cargas líquidas: 2.037.741,62 toneladas (55%), com destaque para gasolina, diesel, petróleo cru, cimento, GLP (gás liquefeito de petróleo), querosene de aviação, álcool e óleo de palma. O granel sólido movimentou 1.070.537,71 toneladas (29%). Os itens mais movimentados na categoria foram trigo, coque de petróleo, clínquer, enxofre, fosfato e fertilizante mineral.

A carga geral, da qual o contêiner faz parte, movimentou 596.002,56 toneladas (16%). Os destaques da carga geral, além dos itens já citados, foram ladrilhos, papel, tambor de freio, móveis, cera de carnaúba, castanha de caju e frango congelado.

 

 

Fonte: Ana Rita Gondim (Agência CNT de Notícias)