Quando houver alguma alteração nos layouts utilizados no Estado para o CT-e , devem-se alterar os arquivos ou corrigi-los, pois, caso não estejam como o padrão exigido pela SEFAZ, a resposta será essa rejeição, demonstrando uma falha.

Exemplo:

Quando é realizado o envio de um CT-e , o XML enviado SEFAZ é comparado com o padrão estabelecido pela legislação. Pode ocorrer de tais informações chegarem aos servidores da Receita com alguma alteração de estrutura, considerada diferente do estabelecido, causando, assim, a rejeição.