O PIB (Produto Interno Bruto), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, teve queda de 0,6% no segundo trimestre de 2014, se comparado aos três primeiros meses do ano. Segundo o IBGE, o valor apresentado é de R$ 1,27 trilhão.

Em 12 meses, há um crescimento acumulado de 1,4%. O melhor desempenho no trimestre foi registrado pelo setor de agropecuária, que cresceu 0,2% em relação aos últimos três meses. O PIB da indústria caiu 1,5% e o de serviços, 0,5%, no período.

Se comparado com o segundo trimestre do ano passado, temos uma queda de 0,9%, com agropecuária sem crescimento, indústria com recuo de 3,4% e serviços com alta de 0,2%. O único subsetor da indústria que teve resultado positivo no período foi o de extrativismo mineral (+3,2%).

Entre as quedas nas outras áreas, destacam-se:

  • Indústria de transformação: -2,4%
  • Construção civil: -2,9%
  • Eletricidade e gás, água esgoto e limpeza urbana: -1%

O setor de serviços teve queda, como reflexo do comércio, de -2,2%. Serviços de informação, contudo, apresentaram melhor desempenho com alta de 1,1%, contribuindo positivamente para as atividades imobiliárias e aluguel, com aumento de 0,6%.

 

Fonte: ABTC -  Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga.